sexta-feira, fevereiro 26

É possível viver com rendimentos de aluguel? Descubra!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Já pensou em viver de aluguel? Imagine ter uma renda passiva, recorrente e mensal, entrando na sua conta. Enquanto essa opção tem cara de sonho, ela pode ser uma realidade, desde que sejam tomados alguns cuidados. Afinal, a economia sempre muda e, muitas vezes, é imprevisível, como mostrou a pandemia do coronavírus.

Logo, o foco para quem tem esse objetivo é fazer um ótimo planejamento e ficar bastante atento ao comportamento do público e do mercado. Então, se esse é seu objetivo, continue lendo este post. Entenda por que é possível viver de aluguel e as melhores formas de se preparar para isso.

Por que é possível viver de aluguel e como funciona?

Antes de mais nada, é preciso entender que o mercado imobiliário sempre terá demanda. Afinal, as pessoas precisam de um lugar para morar, mesmo diante de uma crise. Como o déficit habitacional no Brasil é muito grande, é um investimento que sempre pode trazer retorno.

Falando nisso, a expectativa do mesmo é muito difícil de medir, pois varia de acordo com a localização do imóvel e diversos outros fatores. Ainda assim, tradicionalmente, os aluguéis para classes mais baixas têm retornos que podem chegar a até 1,5% do valor do mesmo. Já os imóveis de alto padrão dificilmente superam o 0,5%.

Quanto à demanda, o mercado está aquecido. As pesquisas mostram que 12 milhões de famílias pretendem comprar imóveis nos próximos 2 anos, uma taxa que se assemelha ao período pré-pandemia. Mesmo durante a pandemia, o número de vendas de imóveis aumentou em relação ao ano passado. Outro fator importante para quem quer viver de aluguel é pensar no comportamento do público. A geração millennial, que se torna os principais consumidores, prefere alugar do que comprar. Ou seja, a demanda por aluguel deve aumentar e os preços também.

Quais são os principais cuidados para quem quer viver de aluguel?

Enquanto o cenário ilustrado acima certamente parece positivo, ainda existem cuidados que precisam ser tomados por quem quer viver de aluguel. Esse é um grande investimento, especialmente no longo prazo, o que significa que não é apenas relaxar e deixar o dinheiro entrar. Um ponto crucial para viver de aluguel é pensar como investidor. Não importa se um imóvel o agrada pessoalmente, mas sim sua capacidade de lucro.

Então, confira alguns cuidados que quem tem esse objetivo deve tomar.

Tenha um bom planejamento financeiro

Nesse sentido, a ideia não é muito diferente de qualquer outro investimento, é preciso trabalhar bastante no planejamento para esse objetivo dar certo. Naturalmente, é preciso escolher os apartamentos corretos, de modo que você possa analisar bem o tempo de retorno e a taxa de vacância. Enquanto a mesma ocorre, é preciso ter uma reserva de emergência. Além disso, é necessário ficar atento a possíveis custos, como com documentação e manutenções.

É claro que o planejamento é naturalmente alinhado ao seu objetivo. Se você quer o retorno mais rápido possível, precisa comprar um imóvel que já esteja praticamente pronto. Por outro lado, esperar pode significar comprar um imóvel na planta — permitindo personalizá-lo para seu público-alvo — ou por um preço mais baixo, o que aumenta o potencial de retorno.

Acompanhe mudanças e tendências do setor

Como mencionado, os millennials adoram alugar, mas pode ser que nem sempre seja assim. Portanto, é preciso estudar bastante as tendências do setor, como os apartamentos compactos. Complementando as tendências “macro”, também é preciso analisar as menores, como as cozinhas integradas com a sala e até mesmo as tendências de decoração.

Isso pode ajudar muito você a alugar o apartamento mais facilmente. Também, é importante conhecer as mudanças mais burocráticas, como a lei do inquilinato e como ela influencia no contrato. Saber isso ajuda a garantir que ambos os lados cumprem suas obrigações e têm seus direitos respeitados.

Pense a longo prazo

Os melhores investidores pensam no longo prazo e no caso de quem quer viver de aluguel isso também é verdade. Ao longo do tempo, você pode investir em diversos imóveis, aumentando o seu potencial de rendimento. Além disso, também pode, e deve, diversificar seus investimentos.

Busque imóveis que estejam em locais distintos, ou mesmo em cidades diferentes. Além disso, você também pode diversificar o tipo de imóvel no qual investiu. Não precisa ficar apenas nos apartamentos, podendo investir em casas, flats ou studios, empreendimentos comerciais e até terrenos.

Faça avaliações constantes

As avaliações têm dois grandes objetivos. Primeiramente, você garante que não vai pagar mais por um imóvel do que ele realmente vale. Compare os valores que são cobrados pela região para imóveis com características semelhantes. Além disso, não esqueça de incluir os gastos com documentação e manutenção. No longo prazo, eles pesam bastante no seu retorno.

O outro ponto no qual as avaliações são cruciais é na precificação do mesmo. Como falamos, eles podem variar entre 0,5% e 1,5% do valor total do mesmo. Por isso que a avaliação é tão importante. O problema é que a variação é grande, dependendo da localização exata do imóvel, do seu estado e tudo mais.

Como esses fatores mudam, é preciso sempre manter as avaliações ocorrendo, de modo a não cobrar menos que o valor real do imóvel. Evidentemente, quanto melhor as condições, mais é possível cobrar de aluguel. Propriedades novas, com áreas de lazer, mobiliadas e com algum diferencial saem mais caras. É um fator que pode ajudar você a garantir o maior ROI possível.

Como ficou claro, viver de aluguel é possível sim. Não é um processo tão fácil quanto parece, no qual basta anunciar o imóvel e deixar o dinheiro entrar. Se esse realmente é seu objetivo, contratar uma imobiliária pode facilitar muito sua vida. Ela pode cuidar de todo o aspecto administrativo, inclusive as cobranças. Além disso, é um grande apoio no momento da escolha do imóvel, já que você conta com um olhar mais clínico e que pode ajudar você a investir ainda melhor.

Gostou do post? Então, assine a newsletter para ficar por dentro de todas as novidades do mercado imobiliário e conseguir o objetivo de viver de aluguel!

Compartilhar.

Comentários estão fechados.