apartamento novo ou antigo

Apartamento novo ou antigo em São Paulo: qual comprar?

São Paulo é uma das capitais que mais têm prédios projetados por arquitetos consagrados em todo o mundo. São conjuntos bonitos e cheios de charme, que enchem os olhos de quem caminha pelas ruas da capital paulista, em especial na área central. Mas entre apreciar toda essa beleza e escolher um imóvel para comprar, há uma grande diferença. Afinal, o que vale mais a pena: adquirir apartamento novo ou antigo?

Claro que tudo depende de quanto você tem para gastar, dos seus gostos pessoais e, principalmente, das suas necessidades. Um apartamento novo, em alguns casos, pode ser mais caro. Em compensação, você não terá de fazer reformas. Já aqueles mais antigos costumam demandar troca de fiação, de encanamento, pisos, instalações do banheiro, entre muitas outras coisas.

Neste artigo, ajudaremos você a esclarecer essa dúvida na hora de escolher seu imóvel. Continue a leitura!

Como escolher entre apartamento novo ou antigo?

Há muitas questões que devem ser levadas em conta na hora de optar entre um apartamento na planta, um recém-construído ou um antigo. A maioria delas envolve praticidade, dinheiro e facilidades. Veja a relação que preparamos para ajudar você.

Comparar o valor dos imóveis

Um apartamento antigo pode custar até 15% menos do que um novo. Em um primeiro olhar, esse fato poderia ser decisivo para a sua escolha. Mas não é assim tão simples! Quanto mais velhos, mais baratos eles são na aquisição. Os problemas aparecem depois, em geral, logo que você entra no imóvel.

Os gastos com troca de encanamento, instalações elétricas, pisos antigos, paredes com rachaduras, madeira com infestação de cupins, entre outras situações recorrentes em um imóvel antigo costumam ser altos, podendo sim ultrapassar a diferença de preço entre um apartamento novo ou antigo.

Verificar questões como garantia

É como na compra de um carro: quando compramos um usado, como saber se ainda conseguiremos aproveitar os benefícios da garantia oferecida pelo fabricante? Afinal, ela só é válida por um prazo determinado e, nos casos em que o primeiro proprietário seguiu as normas, como fazer as revisões na concessionária.

Os apartamentos antigos já não têm mais o benefício oferecido pelas construtoras, de cinco anos, conforme exige a legislação. Portanto, se surgirem problemas que têm origem na fundação do empreendimento ou defeitos na estrutura que não foram resolvidos pelo proprietário anterior, haverá mais desgastes e gastos extras.

Observar as facilidades do condomínio

Os imóveis mais antigos costumam ter problemas comuns e o pior deles é a falta de espaço na garagem — isso se ela existir. Há muitos anos, essa não era uma preocupação das construtoras, pois não havia tanta gente com possibilidades financeiras de ter um automóvel. Assim, geralmente os estacionamentos são rotativos e insuficientes nesses empreendimentos.

As áreas de lazer dos condomínios também não eram tão cheias de opções como os novos empreendimentos, limitando-se a quadras esportivas e salões de festas. Os mais atuais costumam oferecer academia, piscina, área gourmet, playground, ligação para internet e sistemas de refrigeração de ar, entre outras facilidades.

Por fim, não se esqueça de que prédios mais velhos podem ter taxas de condomínio bem mais altas para pagar pelas reformas na estrutura, como pintura ou troca de revestimento da fachada, manutenção ou substituição dos elevadores, entre outros custos.

Por que o apartamento novo costuma ser melhor?

Apesar do charme que um prédio antigo pode aparentar, os apartamentos mais novos acabam sendo mais vantajosos. Sem contar que, dependendo da construtora escolhida, os projetos arquitetônicos mais modernos também acabam conquistando seu olhar. Veja os benefícios de adquirir um imóvel novo:

  • condomínios com áreas de lazer completas e mais comodidades;
  • melhor acabamento;
  • possibilidade de personalização;
  • custos menores com manutenção;
  • garantias legais da construtora;
  • mais possibilidades de negociação de valores;
  • facilidade para obter financiamento;
  • instalações elétricas e hidráulicas adequadas.

Ficou claro que, entre apartamento novo ou antigo em São Paulo, a primeira opção parece mais segura, cômoda e com melhor custo-benefício? O importante é que você sempre consiga avaliar cuidadosamente cada detalhe do imóvel que pretende adquirir antes de fazer a escolha para não ter surpresas e prejuízos no futuro.

Quer ficar sempre por dentro das novidades sobre imóveis em São Paulo? Siga nossas páginas no Facebook, no Linkedin e no Instagram!

035_007_CRM_EMAILMKT_BANNERS_EBOOK_600x150