Financiamento imobiliário: conheça as melhores opções

Quem não tem o valor integral para a compra de um imóvel, mas sente que já está na hora de apostar nessa mudança para uma vida mais segura, pode recorrer ao financiamento imobiliário.

Cada vez mais, essa tem sido a opção dos brasileiros em busca da aquisição do seu primeiro imóvel e há uma série de possibilidades de conseguir crédito para realizar a sua compra.

Quer saber sobre o processo e quais as principais linhas de financiamento oferecidas no Brasil? Continue sua leitura!

O que é o financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário pode ser usado para a compra de imóveis novos ou usados, desde que você tenha mais de 18 anos e não tenha restrição de crédito. Também é preciso uma comprovação de renda, para que se confirme a sua capacidade de quitação da dívida.

A linha de crédito pode ser obtida tanto com a ajuda de instituições financeiras, como bancos públicos e privados, quanto de cooperativas habitacionais.

As construtoras também costumam financiar seus empreendimentos, normalmente, nos casos de imóveis na planta, que podem ser bastante vantajosos por serem valorizados até que sejam entregues ao proprietário.

Quais as principais opções de financiamento?

Conheça, agora, algumas opções de financiamento imobiliário, oferecidas no Brasil. Vamos lá!

Minha Casa Minha Vida

Após quase dez anos de sua criação,podemos afirmar que o Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal (por meio da Caixa Econômica Federal), é o mais conhecido no Brasil. Esse financiamento imobiliário oferece as taxas de juros mais baixas do mercado para a compra de imóveis.

Mas é preciso ficar atento a quem pode se beneficiar do programa. As regras foram atualizadas e o valor limite (que era de R$6,5 mil por mês) passou a ser R$9 mil.

Abaixo, veja como se dividem as faixas de renda familiar admitida:

  • faixa 1: renda de até R$1,8 mil;
  • faixa 1,5: renda de até R$2,6 mil, com juros de 5% ao ano;
  • faixa 2: renda de até R$4 mil, com juros entre 5,5% e 7% ao ano;
  • faixa 3: renda de até R$9 mil, com juros variáveis — se a renda for até R$7 mil, 8,16%; acima disso, 9,16% ao ano.

Vale ressaltar que os limites podem variar de acordo com cada cidade.

Financiamento imobiliário direto com bancos privados

Apesar de a Caixa oferecer taxas de juros mais baixas, outros valores embutidos em seus financiamentos — como a obrigatoriedade do seguro contra morte ou invalidez do mutuário — podem fazer com que essa opção nem sempre seja a mais vantajosa, dependendo da sua faixa de renda.

Os bancos privados têm entrado nessa concorrência, oferecendo condições atraentes para os correntistas. Seus contratos costumam ser mais flexíveis e há mais possibilidades de negociação dos valores, em especial para quem pretende adquirir imóveis mais caros. Quem é correntista há mais tempo também tende a ter mais vantagens.

Cooperativas habitacionais

O cooperativismo habitacional reúne grupos de pessoas, basicamente, de três formas:

  • profissionais da construção civil para construírem o imóvel para eles mesmos e outros interessados;
  • mutirões para construção de casas apenas aos associados; e
  • pessoas que financiam a construção ou a compra de um imóvel entre os sócios da cooperativa.

Nesses casos, costuma funcionar da seguinte maneira: você paga um valor inicial para adesão à cooperativa e, posteriormente, as parcelas mensais para que o projeto se mantenha. Vale ressaltar que as cooperativas não devem ter fins lucrativos.

Financiamento pela construtora

Quem prefere comprar o imóvel na planta — ou em processo de construção — pode optar pelo financiamento oferecido pelas construtoras.

Eles costumam ter taxas atrativas e o período para pagamento das parcelas tende a ser menor. Uma das vantagens é que há menos burocracia para a liberação desse tipo de financiamento e as negociações são mais flexíveis.

Antes de tomar sua decisão sobre qual modalidade de financiamento imobiliário vai escolher, vale a pena pesquisar muito e fazer um planejamento financeiro familiar.

Assim, você terá mais segurança e tranquilidade na aquisição do seu imóvel. A maioria das instituições que oferecem crédito têm simuladores de financiamento online, como a Caixa Econômica Federal, o Santander, o Itaú e o Banco do Brasil.

Se ficou interessado no assunto, confira este outro artigo sobre como conter suas dívidas durante o financiamento imobiliário!

Powered by Rock Convert