sexta-feira, agosto 12

Entenda como funciona a análise de crédito para o financiamento de um imóvel

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Comprar um imóvel é um dos sonhos da maioria das famílias brasileiras, pois essa aquisição proporciona mais estabilidade, segurança e uma grande perspectiva para o futuro. Uma das formas de fazer essa compra de forma segura é por meio do financiamento de imóvel — processo que inclui uma etapa chamada de análise de crédito. Você sabe como ela funciona e qual a sua importância?

Esse é o principal objetivo deste post: responder a essa e outras perguntas de forma objetiva e esclarecedora. Vamos começar explicando o que é a análise de crédito e como ela impacta o financiamento de um imóvel. Em seguida, abordaremos os principais passos para a análise do crédito e, por fim, destacaremos o que você deve fazer para obter as informações mais importantes sobre os melhores imóveis no mercado. Confira!

1. O que é a análise de crédito e qual a sua importância no financiamento de um imóvel?

Análise de crédito é a ação no qual o agente da imobiliária, construtora ou demais empresas responsáveis pela venda de imóveis avalia o potencial do comprador em manter as parcelas em dia, assim como os eventuais riscos.

Por meio dela, é possível identificar bons clientes com capacidade financeira necessária para quitar a dívida que pretende contrair com o financiamento imobiliário.

Como importância da análise de crédito, podemos destacar fatores como estabilidade e confiança para comprar um imóvel e assegurar ambas as partes envolvidas no processo de compra e venda, além da tão buscada redução da inadimplência.

Oferece estabilidade e confiança para comprar um imóvel

Conforme destacamos, a análise de crédito é de vital importância para quem faz a requisição do financiamento. Com sua aprovação, o requerente aumenta a confiança e tem a estabilidade necessária para efetivar o negócio com a instituição financeira.

Resguarda vendedor e comprador

A análise de crédito assegura menores riscos à instituição financeira e dá ao requerente uma noção do que suas possibilidades permitem adquirir de imóvel na questão de valores e modalidade de financiamento. Portanto, a análise de crédito para financiamento imobiliário é importante para resguardar ambos os agentes envolvidos.

Reduz a inadimplência

O principal ponto positivo da análise de crédito para as instituições financeiras é a redução da inadimplência. Com isso, é possível elaborar programas de financiamentos menos custosos, tendo em vista que o risco de inadimplência será menor.

Por outro lado, quem faz a requisição do crédito também sai ganhando, pois ele só consegue a aprovação do financiamento que consegue bancar, reduzindo o risco do seu endividamento e a consequente perda do bem.

Auxilia o comprador na gestão financeira

A análise de crédito é importante não somente para dar mais segurança à negociação e mostrar que você quita suas contas em dia e tem um bom cadastro. Uma de suas importantes funções é ajudar o banco a determinar o montante de dinheiro que ele pode liberar para que você consiga pagar seu financiamento sem sufoco.

Para isso, a instituição responsável avalia sua renda, dívidas ativas e outros aspectos que vão auxiliar em um cálculo mais acertado de valores e do número de parcelas necessárias para que o empréstimo não prejudique sua vida financeira.

Afinal, não seria prudente liberar uma determinada quantia de dinheiro que comprometa seus rendimentos a ponto de desequilibrar as contas da casa com comida, educação, moradia e outras despesas. Logo, o ponto crucial da análise de crédito é garantir que a negociação será saudável e segura para ambas as partes.

2. Quais são os principais passos da análise de crédito?

Falaremos agora sobre os principais passos da análise de crédito: cadastro, documentação, avaliação do imóvel e liberação do crédito. Acompanhe!

Cadastro

O primeiro passo é o cadastro junto à instituição. Há imobiliárias e construtoras que fazem a análise do crédito, mas é mais comum que essa tarefa fique a cargo das instituições financeiras que realizam o financiamento, como os bancos.

Documentação

Após fazer o cadastro, é necessário apresentar a documentação para que seja feita a análise de crédito e liberação do financiamento imobiliário. Os documentos podem variar de acordo com cada construtora, mas, em geral, incluem:

  • RG e CPF;
  • certidão de nascimento ou de casamento;
  • certidão conjunta de débitos de tributos federais.
  • comprovante de renda atualizado;
  • comprovante de residência.

Avaliação do Imóvel

Após essa etapa de entrega de documentação, o imóvel que você deseja é avaliado. O bem a ser escolhido deve se encaixar no seu perfil financeiro, além de, eventualmente, corresponder às suas necessidades e ao seu perfil, assim como ao da família.

Se poucas pessoas na sua família gostam de dirigir, por exemplo, deve-se priorizar apartamentos localizados em regiões próximas ao local de estudo e trabalho.

Liberação do crédito

Por fim, então, é feita a análise de crédito pelas instituições que liberam o financiamento. A duração dessa etapa varia de acordo com cada instituição. Em geral, o prazo é de dez dias, mas há casos extremos em que esse prazo chega a três meses.

Após receber o aval da instituição, o requerente pode solicitar o empréstimo a qualquer momento, assinando um contrato com a instituição. Nesse contrato devem estar contidas as principais informações sobre o financiamento.

Recomenda-se que, durante a análise do contrato, você conte com a consultoria de um profissional especializado a fim de se resguardar em prováveis decisões futuras, visto que o contrato é o norte que deve ser seguido.

3. Quem pode fazer uma análise de crédito? 

É importante saber que empresas somente podem consultar suas informações mediante sua autorização expressa. É o Banco Central quem regulamenta o Sistema de Informações de Créditos (SCR), um mecanismo que permite monitorar as atividades de instituições financeiras e auxiliar na gestão de riscos. A resolução nº 4571 também dispõe sobre quando e como tais instituições podem acessar dados de clientes no SCR.

Outro dado importante é que, segundo o Banco Central, nada impede que você solicite um novo pedido de crédito, mesmo que já tenha um processo em andamento. Da mesma forma, caso você já tenha um relacionamento mais estruturado com uma empresa, ela pode usar as informações que tem para fazer uma análise para você.

4. Quais os impactos de ignorar a análise de crédito?

A negociação de um imóvel geralmente mobiliza uma alta soma e compromete bastante a renda de uma família. Devido à seriedade desse passo, é sensato contar com a análise de crédito, que dá um respaldo para o acordo. Para a empresa ou imobiliária, essa etapa é crucial para ter maior seguridade na hora de vender, visto que existe uma instituição por trás assegurando a capacidade de pagamento do cliente.

Para o comprador, a análise de crédito ajuda a ter certeza de que esse passo pode ser dado com segurança. Certamente, comprar um imóvel é um grande sonho, mas muitas vezes, no calor do momento, podemos não estar seguros se essa é a decisão certa para o momento da vida.

Ao ignorar a análise de crédito, o cliente deixa de lado um instrumento que, na realidade, existe para auxiliá-lo. No fim das contas, a instituição está mais bem preparada para avaliar vários aspectos das finanças do cliente e mostrar uma realidade sobre sua capacidade financeira que ele pode não ter percebido.

Muitas vezes, um retorno negativo dessa investigação não é a palavra final, mas significa que o cliente precisa rever estratégias financeiras, ganhar um pouco mais de fôlego ou juntar mais dinheiro para dar uma entrada mais robusta, o que aliviará sua dívida no longo prazo.

5. O que acontece depois da análise de crédito?

Após a conclusão desse exame da vida financeira do cliente, a instituição tem os dados necessários para determinar as melhores propostas de crédito.

No caso de linhas de financiamento, o comprador recebe informações sobre as condições e possibilidades que a instituição lhe oferece e opta pelo menor caminho para seu orçamento. Feito o acordo, a instituição parte para a etapa de liberação do valor.

6. Como obter informações sobre os melhores imóveis?

Falaremos agora sobre os principais passos que você deve dar para conseguir os melhores imóveis e financiamentos: pesquisar o mercado, refletir o que você deseja e, claro, conhecer a Trisul.

Reflita sobre o que você deseja

Antes de tudo, é necessário que você faça uma reflexão sobre o que você quer e deseja para sua vida no momento, para que o processo de escolha do imóvel e financiamento seja feito com confiança e decisão.

Pesquise o mercado

Antes de fazer o financiamento imobiliário, é fundamental fazer uma pesquisa de mercado, tanto no que diz respeito aos imóveis disponíveis no mercado quanto às opções de financiamento, aliando o melhor das duas escolhas e adquirindo a melhor opção para o seu bolso.

Conheça a Trisul

A Trisul é uma imobiliária e construtora de capital aberto com mais de 30 anos no mercado de trabalho. Tem foco no Estado de São Paulo e em apartamentos de alto padrão. Antenada com as tendências do mercado de construção civil, é uma ótima pedida para quem deseja um imóvel moderno, que utilize bons materiais de revestimento e que esteja disponível por um preço justo.

Sendo assim, a análise de crédito para financiamento de imóvel é uma etapa extremamente importante que você deve seguir para comprar o seu apartamento ou investir em imóveis. Ao longo deste artigo, destacamos as principais informações para deixá-lo completamente inteirado sobre o assunto!

E então, gostou do post? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos similares a este direto na sua caixa de entrada!

Compartilhar.

Confira agora
os nossos imóveis

Apartamentos exclusivos com ótimos preços e condições.

Ver empreendimentos

Deixe um Comentário