segunda-feira, outubro 18

Quando comprar um imóvel? Descubra qual o momento ideal!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Milhares de brasileiros nutrem o sonho de ter a casa própria, mas é comum que muitos tenham dúvidas sobre quando comprar um imóvel. Afinal, essa aquisição representa um investimento de grande porte e que envolve uma série de fatores, além da questão financeira. Portanto, é natural que as pessoas se sintam inseguras para definir o momento ideal de dar esse tão desejado passo.

Pensando nesse momento complexo, separamos, neste post, 7 pontos importantes que você precisa considerar para entender se essa fase da sua vida é a época certa para comprar um imóvel. Dessa forma, você elimina dúvidas e toma essa decisão de forma tranquila e confiante, garantindo que está fazendo o melhor para si mesmo e para sua família. Boa leitura!

Por que saber quando comprar um imóvel?

Adquirir uma casa ou apartamento é um negócio sério. Afinal, é um bem de alto valor, que pode exigir um compromisso com financiamentos durante décadas, envolvendo um pagamento mensal considerável. Além disso, se trata de onde você e sua família vão morar ou de um local no qual você vai investir. Por isso, é preciso analisar bem o momento de quando comprar um imóvel.

Quais fatores considerar na hora de comprar um imóvel?

Como o pagamento de um imóvel financiado, geralmente, leva anos, tomar essa decisão envolve considerar diversos fatores. Veja a seguir 7 deles e saiba se essa é a hora certa para você!

1. Objetivos pessoais

As pessoas desejam comprar um imóvel por diferentes motivos, mas a verdade é que sempre existe um pontapé, que faz com que elas queiram começar esse novo projeto de vida. Por exemplo, muitos adquirem uma casa ou apartamento ao se casar. Outro caso muito comum é quando a família está crescendo.

Então, se esse é seu caso, pense com carinho nessa decisão, pois ter mais espaço — investir em um lugar com mais quartos, por exemplo —, um lar seguro e próprio são aspectos muito importantes, principalmente quando filhos estão envolvidos na equação.

Afinal, nada pior que ter que lidar com a instabilidade do aluguel quando sua maior preocupação é prover para seus filhos ou ter que se mudar com crianças pequenas por conta de problemas com o locador. Sendo assim, se você está refletindo sobre quando comprar um imóvel, fazer uma análise profunda do seu momento e de seus objetivos pessoais pode ajudá-lo a ter certeza dessa decisão.

2. Capacidade financeira

Certamente, um fator que não se pode deixar de lado é a questão financeira, sobretudo porque adquirir um lar envolve um alto gasto de dinheiro e é um investimento que comprometerá a renda da família por um bom tempo. Por isso, ter um panorama realista das suas finanças é essencial para entender quando comprar um imóvel.

Logo, se você pensa nisso, é hora de sentar e reunir informações sobre o orçamento familiar. Assim, registre em detalhes quais são as receitas, além dos gastos e dívidas, se elas existirem. Faça também uma projeção de quanto pode ganhar nos próximos meses, considerando bônus, pagamento de 13º salário, férias, rendas extras, entre outros.

Ao mesmo tempo, se você está realmente decidido a iniciar esse projeto, mas percebe que grande parte do seu orçamento ficará comprometida com a compra da casa própria, talvez seja o momento de observar os dados que coletou antes de fechar negócio e avaliar como cortar custos e poupar um pouco mais, antes de dar entrada no imóvel.

Além disso, você pode estudar a possibilidade de usar recursos para amortizar a dívida de financiamento ou dar a entrada. Nesse caso, é possível checar as condições de como usar o seu FGTS no negócio.

3. Estabilidade profissional

Ainda no quesito vida financeira, é válido fazer uma reflexão sobre sua situação no trabalho. Como andam as coisas no seu emprego? Está estável? A empresa, por exemplo, está passando por uma fase difícil, com pouca demanda ou corte de funcionários? Responder a essas questões pode orientar sobre o melhor momento de tomar essa decisão.

Como dissemos, a compra de um imóvel abrange o pagamento de prestações por muitos anos, logo, se você está inseguro no trabalho, provavelmente essa não é a hora ideal. Mas, se você está vivenciando uma época de prosperidade, é possível que esse seja o período de aproveitar oportunidades e concretizar seu sonho sem comprometer, no entanto, uma reserva emergencial que você tenha.

4. Imóveis de interesse

Às vezes, oportunidades de negócio aparecem e representam exatamente aquilo que você desejava há anos. Isso acontece quando encontramos o imóvel na medida certa para a família e em um local que se almeja morar.

Então, se está tudo indo bem com sua vida financeira e você se depara com um apartamento que oferece mais qualidade de vida, em um bairro mais próximo de amigos, familiares e do trabalho, tudo indica que essa é a hora de mudar de casa.

Aliás, diversas pessoas moram em locais não muito práticos, nos quais não há uma boa rede de transporte e variedade de comércio e serviços para atender o dia a dia. Como resultado, precisam passar horas no trânsito e se deslocar toda vez que necessitam ir para o trabalho, escola, mercado ou academia.

Da mesma forma, existem bairros que podem oferecer tudo isso, mas que têm um custo de vida muito superior. Por isso, é preciso analisar com cuidado o que é melhor para você. Nesse cenário, vale a pena considerar mais unir o útil ao agradável, comprando o imóvel em uma região que atenda às necessidades da família.

Assim, ganha-se tempo, os gastos com transporte ou serviços mais caros se diluem no médio e longo prazo, aliviando as prestações da casa nova.

5. Valor de entrada

Também é crucial ter em mente, que é necessário dispor de uma quantia reservada para dar entrada no seu lar, já que instituições financeiras não financiam 100% do valor de um imóvel. Dessa forma, em geral, a família deve dispor de 20 a 30% do total como entrada, dependendo do programa e do banco escolhidos.

Desse modo, se você ainda não tem esse montante, saiba que precisará se organizar antes e economizar para poder dar uma entrada substancial. Aliás, é bom lembrar que quanto maior esse valor inicial for, menor será sua dívida, então, se planejar faz toda a diferença.

6. Custo de vida

Outro aspecto importante e que você deve se preparar, é no custo de vida que terá quando comprar um imóvel. Ou seja, se você decidir morar em um apartamento de alto padrão, em um bom bairro, como o Marquez Alto do Ipiranga, em construção pela Trisul, precisa saber que terá um outro custo de vida.

Nesse caso, não só haverá o valor do condomínio, referente ao uso dos vários serviços que o empreendimento oferece, mas também porque a própria região é nobre. Sendo assim, esses cálculos também precisam fazer parte do seu orçamento. Ao mesmo tempo, considere os gastos que serão cortados, por ter tudo mais perto.

7. Economia do país

Principalmente se você tiver que financiar um imóvel, é muito importante acompanhar como anda a economia do país para realizar um bom negócio. Em 2021, por exemplo, as expectativas são favoráveis, já que os juros seguem baixos, tornando os investimentos interessantes e dando chances para a compra.

Além disso, com o mercado aquecido, estão surgindo mais opções de empreendimentos para você escolher, o que é excelente para comparar as vantagens de muitas opções e fazer um bom negócio.

Como evitar erros que podem comprometer a aquisição do imóvel?

O momento é correto para a compra do imóvel. Mas para que você faça isso com tranquilidade, é muito importante evitar certos erros, que podem comprometer a negociação.

Não conferir o estado do imóvel

Um dos principais aspectos que você deve garantir é que o imóvel tenha boa estrutura e seja adequado. Para isso, além de fotos e vídeos, é fundamental uma visita presencial, a fim de garantir que todas as condições correspondam com a realidade mostrada.

Não consultar a situação jurídica

Outro aspecto que pode trazer muitos problemas, na hora de saber quando comprar um imóvel, é a situação jurídica do local. Por isso, antes de realizar a compra, confira se tanto o proprietário quanto o imóvel estão com os documentos regularizados. Aliás, o mesmo vale para a construtora ao comprar um imóvel na planta.

Não realizar contrato

Por fim, o ponto mais importante que você deve atentar é o contrato. Afinal, é nele que todas as informações devem constar, bem como suas obrigações e direitos. Por isso, leia com atenção cada cláusula e garanta que entendeu todas elas. Nesse caso, se precisar, procure ajuda de um especialista. Além disso, jamais compre um imóvel sem um contrato legal assinado.

Além dessas dicas, também vale contar com a expertise de quem entende de imóveis, como a Trisul. Há 40 anos no mercado, construímos empreendimentos e atuamos na compra e venda de imóveis por meio do nosso ramo imobiliário. Dessa forma, podemos ajudar você não só a ter certeza de quando comprar um imóvel, mas também como fazer a escolha e finalizar todo o processo com segurança.

Como você viu, decidir quando comprar um imóvel é uma escolha que compreende muitos fatores. Por isso, se esse é o seu sonho, analise todos os elementos sugeridos neste post e não se esqueça de planejar e fazer simulações, para definir qual é o melhor empreendimento para sua família. Além disso, conte com a especialização de quem entende do mercado e pode ajudar você a encontrar o empreendimento ideal e fechar negócio!

Se sente preparado para dar esse passo? Entre em contato conosco e escolha o seu novo lar!

Compartilhar.

Confira agora
os nossos imóveis

Apartamentos exclusivos com ótimos preços e condições.

Ver empreendimentos

Comentários estão fechados.