sexta-feira, maio 29

Conheça 3 tipos de investimentos imobiliários

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Você já ouviu falar nos diferentes tipos de investimentos imobiliários disponíveis? Para fazer bons negócios nesse mercado não é preciso apostar apenas na estratégia de aquisição de imóveis para aluguel. Pelo contrário, hoje existem diferentes tipos de investimentos, que variam de acordo com o valor disponível que você tem para investir e também nos níveis de riscos que está disposto a correr.

Alguns dos investimentos mais comuns nessa área são a aquisição de imóveis para locação, fundos de investimento imobiliário, construção de imóveis para venda ou aluguel e títulos de crédito imobiliário. De maneira geral, esse é um mercado estável e perfeito para aquele tipo de investidor mais cauteloso, que não gosta de correr muitos riscos.

Para você que tem interesse no assunto, abaixo listamos os principais tipos de investimentos imobiliários que você precisa conhecer. Confira!

1. Imóveis para locação

Investir em imóveis para locação, à primeira vista, pode parecer um negócio bem simples de ser feito. No entanto, é preciso considerar muitos detalhes antes de adquirir um apartamento, casa, prédio ou mesmo sala comercial com o intuito de obter uma fonte de renda mensal.

Comece considerando o valor do aluguel que poderá ser comprovado, pois ele será contabilizado como a taxa de retorno do investimento ao longo dos anos, ou seja, o negócio precisa compensar. Certifique-se também de que o imóvel em questão realmente tenha atributos que façam com que ele possa ser facilmente alugado, como boa localização, por exemplo.

2. Fundos de investimento imobiliário

O fundo de investimento imobiliário, que também é conhecido como FII, funciona como uma aplicação conjunta voltada para empreendimentos imobiliários. Na prática, funciona como um grupo de pessoas que investem seus recursos financeiros em projetos de desenvolvimento imobiliário, como a construção de edifícios, shopping centers, entre outros tipos de imóveis.

O retorno financeiro poderá ser por meio de alugueis ou mesmo da venda do imóvel, por exemplo. Há várias possibilidades de se fazer grandes negócios nessa modalidade e uma das vantagens é que as negociações são feitas pela bolsa de valores, que facilitam as transações de vendas.

3. Títulos de crédito imobiliário

Os títulos de crédito imobiliário são divididos em dois grupos: Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Certificado de Recebíveis Imobiliário (CRI). O primeiro tipo é o de mais fácil acesso e é possível investir nessa modalidade apenas indo a um banco. Já para ter acesso à segunda opção, o investidor precisa fazer parte de um fundo de investimento.

Justamente por conta da burocracia um pouco maior e também pela necessidade de grandes investimentos é que os RCIs têm maior rentabilidade para o investidor quando comparado à modalidade LCI.

Agora que você já conhece as características dos principais tipos de investimentos imobiliários, lembre-se sempre de que o melhor será aquele que esteja de acordo com o seu perfil. Claro que o mercado oferece muitas opções, mas as suas preferências devem ser consideradas em primeiro lugar.

Se você gostou deste post sobre tipos de investimentos imobiliários, aproveite para nos seguir no Facebook e Instagram também!

Compartilhar.

Comentários estão fechados.