domingo, setembro 26

Arquitetura moderna: saiba o que é e como adotar esse conceito no imóvel

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Um dos ramos mais populares da arquitetura no século XX, a arquitetura moderna, tem foco no que é essencial em uma composição, mostrando simplicidade por meio da combinação de linhas estratégicas. Tanto se tornou importante que até hoje é usada em projetos de imóveis, além de ter exemplos dignos de nota por todo o mundo. 

Neste post, veja o que é esse estilo arquitetônico e como adotá-la em um imóvel com algumas dicas. Saiba também onde é possível encontrá-la em edificações no Brasil e no mundo.

Boa leitura! 

Afinal, o que é arquitetura moderna? 

No começo do século XX, surgiu um movimento artístico-cultural chamado Modernismo. Iniciando na Europa na década de 1910, a corrente durou até a década de 1950 e abrangeu os diferentes campos da arte, incluindo a arquitetura. Sendo um movimento que buscava romper com o passado, os modernistas buscavam liberdade de expressão, experimentação e espontaneidade. 

Sendo assim, na arquitetura, suas principais características são: 

  • clareza das formas; 
  • uso de geometria; 
  • simplicidade; 
  • atemporalidade; 
  • materiais crus e aparentes, como vidro, aço e concreto; 
  • fachada e planta livres; 
  • uso de pilotis e terraço. 

Arquitetura moderna X arquitetura contemporânea 

Depois da década de 1950, a arquitetura moderna começou a ser transformada. Nos anos que se sucederam, muitos arquitetos passaram a questionar o estilo, inclusive na aparência do que era público e privado.  

Além disso, as mudanças naturais que aconteceram nas sociedades levaram, a partir dos anos 1980, ao surgimento da arquitetura contemporânea, que não só buscou um viés desconstrutivista em seus anos iniciais, como mais adiante passou a se preocupar com questões mais práticas; como a funcionalidade e o conforto dos espaços, bem como sua sustentabilidade. Assim, ela não tem apenas um viés, pois abarca diferentes técnicas e interpretações próprias de cada arquiteto. 

Como adotar a arquitetura moderna?  

Quem busca adotar elementos da arquitetura moderna em um imóvel, procura um espaço prático e atemporal. Confira a seguir, dicas para retomar esse estilo com sua própria releitura. 

Aposte na integração 

Uma das características modernistas é a planta livre do imóvel. Ou seja, que permita a circulação e a integração dos espaços. Por isso, faz bastante uso do conceito aberto dos ambientes. Nesse sentido, para encontrar um equilíbrio entre a divisão dos espaços, uma dica é usar móveis, como estantes vazadas em linhas retas, entre a sala de estar e a de jantar, por exemplo. 

Garanta a funcionalidade 

Um dos principais pontos a serem garantidos no projeto é sua funcionalidade. Ou seja, embora modernista e com eliminação do que é supérfluo, ainda assim, é preciso tornar o espaço adequado para o uso.  

Dessa forma, é importante pensar no posicionamento adequado dos móveis, bem como no próprio uso do espaço. Por exemplo, em um banheiro, onde é necessário privacidade, não é funcional usar apenas paredes de vidro, que expõe todo o ambiente interno. 

Invista em fachadas limpas 

Outra característica modernista bem marcante são as fachadas limpas, contínuas e amplas. Dessa forma, é possível alcançar um visual mais clean e fluído. Para isso, pode-se usar técnicas como o telhado embutido, além de apostar em janelas amplas e priorizar linhas retas e curvas. 

Cuide da decoração 

A decoração modernista também é uma forma de seguir o estilo. Para isso, é interessante usar de suas próprias características. Por exemplo: 

  • eliminar o excesso de móveis; 
  • apostar em materiais crus, como bancadas de concreto, escadas de ferro e paredes de vidro; 
  • adquirir mobília confortável; 
  • usar móveis com linhas retas; 
  • escolher cores neutras para móveis e ambientes; 
  • optar por peças de decoração sucintas, mas atrativas, como quadros com fotografias e objetos curvos. 

Adote o minimalismo 

O minimalismo é um estilo perfeitamente adequado à arquitetura moderna. Afinal, é um movimento pós-moderno, que segue à risca a máxima do arquiteto modernista Ludwig Mies van der Rohe: “menos é mais”. Nesse sentido, você pode usar elementos como: 

  • paleta de cores limitada a tons neutros, como o branco; 
  • espaços bem iluminados; 
  • estrutura limpa; 
  • tecidos finos e transparentes. 

Use materiais específicos 

Para aplicar a arquitetura moderna, tudo vai depender também do espaço que você tem. Afinal, espaços mais amplos dão uma melhor impressão do estilo. Contudo, mesmo em um apartamento pequeno é possível aplicar pontos modernos, principalmente pelo uso dos materiais. Nesse caso, é possível adotar prateleiras de aço, móveis metalizados e até painéis contínuos de madeira. 

Quais são os exemplos de arquitetura moderna no Brasil e no mundo? 

A arquitetura moderna é um dos estilos mais marcantes e ainda tem muitos exemplos construídos, tanto no Brasil quanto no mundo.

Confira alguns deles a seguir! 

Brasília 

A capital do Brasil é um exemplo claro de arquitetura modernista. Inaugurada em 1960, ela reúne um grande acervo de projetos de Oscar Niemeyer, dentre os quais se destacam: 

  • Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida; 
  • Congresso Nacional; 
  • Palácio do Planalto; 
  • Palácio da Alvorada; 
  • Palácio Itamaraty; 
  • Museu Nacional da República; 
  • Supremo Tribunal Federal. 

Masp 

Projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi e inaugurado na década de 1960, o Museu de Arte de São Paulo é outro destaque brasileiro para a arquitetura moderna. Localizado na Avenida Paulista, seu grande destaque é a arquitetura suspensa, as linhas retas e o vão livre de 74m². 

Unité d’Habitation 

Criado por Le Corbusier, no fim da década de 1940 e começo dos anos 1950, o conjunto habitacional em Marselha, na França, afirma todos os princípios que seu arquiteto determinou para o estilo moderno: desde o uso de pilotis até o terraço-jardim. 

Bauhaus em Dessau 

Famosa por ser a primeira escola de design do mundo e precursora do modernismo, a escola Bauhaus foi levada para Dessau, tendo seu edifício construído em 1926, por Walter Gropius. Composta por três alas conectadas, seu destaque se dá pela horizontalidade, fachada ampla e materiais crus, como o concreto. 

A arquitetura moderna foi uma tendência muito usada no século XX, mas que até hoje pode ser adaptada, influenciando composições de sua sucessora, a arquitetura contemporânea. Com foco em simplicidade, traços fortes e espaços amplos, ela pode ser aplicada nos imóveis atuais, por meio de diversos materiais e características. Dessa forma, é possível revivê-la, criando espaços cheios de personalidade

Falando nisso, você sabe o que é personalização de apartamentos? Descubra por que vale a pena investir nesse serviço para ter o imóvel ideal

Compartilhar.

Confira agora
os nossos imóveis

Apartamentos exclusivos com ótimos preços e condições.

Ver empreendimentos

Comentários estão fechados.