avaliação de imóveis

Avaliação de imóveis: 7 aspectos a observar antes de comprar um imóvel novo

Realizar uma compra no mercado imobiliário é um processo que exige calma, principalmente por conta dos altos valores envolvidos. Nesse contexto, a avaliação de imóveis pode ser uma prática interessante, pois ajuda na definição das opções a serem escolhidas.

É preciso deixar claro que encontrar uma alternativa com as características exigidas pelos futuros moradores e um preço atrativo não é tarefa fácil. Além disso, existem outros aspectos devem ser avaliados, como a localização, as instalações e a vizinhança.

Essa é a única maneira de uma pessoa se certificar de que a compra de um imóvel será um grande sucesso. Lembre-se: depois de assinar o contrato, não é possível voltar atrás.

Ficou interessado? Então, continue a leitura deste post e veja sete aspectos a serem observados na avaliação de imóveis antes de fechar negócio!

1. Analise a localização

A localização da propriedade é um dos principais aspectos a serem avaliados. Mas vale destacar que não basta conhecer o bairro em questão: é preciso se familiarizar com a rua para, assim, verificar se a construção se encontra em um ponto tranquilo, por exemplo.

Mais um fator que merece atenção quanto à localização é a logística. O ideal é procurar por um imóvel que atenda às suas necessidades e fique próximo dos lugares mais visitados por você ou sua família, como:

  • ambiente de trabalho;
  • escola de seus filhos;
  • hospitais;
  • farmácias;
  • praças;
  • parques;
  • comércios.

Outro tipo de análise que deve ser feito se relaciona com as opções de locomoção, ou seja, a presença de grandes vias e o acesso facilitado às principais alternativas em termos de transporte público.

Sendo assim, é válido afirmar que a localização é uma das informações mais importantes a serem analisadas pelos compradores. Inclusive, podemos dizer que muitas pessoas preferem escolher um imóvel de qualidade inferior por conta da localização privilegiada.

2. Preste atenção no valor do condomínio

O valor do condomínio é outro ponto que merece destaque em uma avaliação de imóveis. Assim, antes de iniciar a busca por uma nova residência é fundamental ter ciência do seu padrão financeiro.

Muitas pessoas encontram unidades que estão dentro de suas condições para o investimento, mas se esquecem de avaliar o valor do condomínio. Alguns bairros, com localização privilegiada ou algumas características específicas, apresentarão custos de manutenção bem altos.

Esse aspecto está diretamente ligado ao padrão de vida dos compradores. Contudo, surpresas podem acontecer. A melhor alternativa é sempre a informação, ou seja, busque saber o valor do condomínio e o que está incluso nessa taxa — a manutenção de elevadores e as áreas de lazer costumam aumentar o gasto.

3. Confira a documentação do imóvel

É preciso atentar à documentação da propriedade, principalmente em unidades usadas. Para tanto, procure a certidão de registro de imóveis no cartório (será preciso apenas o número de matrícula). Esse documento mostra todo o histórico da construção, bem como sua situação atual.

Também não podemos nos esquecer de verificar, na Prefeitura, a existência de débitos de IPTU e outras taxas. Os cartórios realizam verificações de pendências físicas ou financeiras no momento da realização da transferência, contudo é melhor se precaver, não é mesmo?

Imagine descobrir que um imóvel apresenta altos débitos no momento exato da transferência? Certamente, será uma situação frustrante. Então, para evitar qualquer problema, certifique-se de que a compra realizada seja a mais segura possível.

4. Observe o tamanho

Obviamente, as opções disponíveis são inúmeras e as características dos imóveis, diversas. Para não ficar “perdido” no momento da escolha, é recomendado definir alguns critérios antes mesmo de se iniciar a busca. Um dos mais importantes é o tamanho do imóvel. Essa é uma questão difícil, pois depende de inúmeros fatores.

Um casal recém-casado, por exemplo, pode optar por um apartamento de dois quartos. Já uma família que está esperando o segundo ou o terceiro filho estará mais propensa a escolher um apartamento maior ou uma casa. Famílias com animais domésticos passam pelo mesmo dilema.

Então, pense no futuro de sua família. Se você pretende ter filhos (ou já tem), lembre-se de que eles vão crescer e precisarão de intimidade. O tamanho do imóvel é uma escolha única da família. Não se esqueça disso!

5. Conheça a vizinhança

Muitas pessoas consideram a vizinhança como um tipo indireto de localização, pois os vizinhos impactam, positiva ou negativamente, na qualidade de vida de uma família. É preciso destacar que problemas com vizinhanças são alguns dos principais motivos pelos quais há mudanças de casa.

O ideal é tomar cuidado com bares, salões de festa e, até mesmo, empresas que fazem muito barulho ou sujeira. O comportamento de outras pessoas, como ocorre em um condomínio fechado ou edifício, também pode ter impacto em sua vida.

Uma maneira interessante de conhecer melhor esse aspecto é conviver mais no local. Faça visitas em diferentes horários e dias da semana, buscando identificar costumes ou situações que possam ser problemáticas.

Você também deve conversar com pessoas que já residem há um bom tempo na região. Elas vão informar os principais problemas e, possivelmente, darão sua opinião sobre as vantagens e desvantagens de morar ali. Vale a pena, não é mesmo?

6. Verifique a parte elétrica e hidráulica

A estrutura é outro fator que deve estar presente na avaliação de imóveis. Os pontos que mais apresentam problemas, principalmente em residências usadas, são os elétricos e hidráulicos.

Sendo assim, antes de assinar o contrato, é preciso prestar atenção em algumas situações. Verifique, por exemplo, se o circuito elétrico está completo e em perfeitas condições. Para tanto, procure por resíduos de superaquecimento ou manchas escuras em disjuntores, tomadas e interruptores.

Além disso, imóveis mais velhos podem apresentar uma instalação incompatível com a demanda dos equipamentos utilizados hoje em dia. Nesse caso, não seria possível a instalação de aparelhos de ar-condicionado, por exemplo.

A rede hidráulica também merece atenção. Então, abra chuveiros, torneiras e válvulas da propriedade, observando o funcionamento dos principais componentes e da tubulação. Preste atenção: a água com coloração avermelhada ou turva pode indicar que a tubulação é antiga ou falta manutenção no reservatório de água.

Repare, ainda, no teto e nas paredes, procurando por colorações escuras e manchas. Essas características podem representar infiltrações.

7. Não se esqueça da segurança

A segurança é mais um aspecto fundamental a ser considerado na avaliação de imóveis. Portanto, verifique se o edifício tem porteiro e, em caso positivo, observe como foi a abordagem em sua chegada.

O horário de funcionamento e a existência de câmeras de segurança são outras informações importantes — seja em um edifício, condomínio fechado ou uma casa.

Encontrar o imóvel ideal, que responda a todas as suas expectativas, não é nada fácil. Contudo, contar com a ajuda de construtoras e imobiliárias que são referência no mercado pode simplificar todo o processo.

Existem companhias em São Paulo, por exemplo, com grandes cartelas de imóveis, das mais variadas opções e regiões. Dispor da experiência e da avaliação desse tipo de empresa pode ser crucial para a escolha da residência dos seus sonhos. Pense nisso!

Gostou das informações que destacamos sobre a avaliação de imóveis? Interessou-se pelo assunto? Então, entre em contato com nossos consultores, pois eles estão aptos para ajudar você!

035_007_CRM_EMAILMKT_BANNERS_EBOOK_600x150