domingo, setembro 26

Vale a pena investir em apartamentos compactos? Descubra!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Quem está procurando imóveis para adquirir já deve ter ouvido falar em apartamentos compactos. Uma das principais tendências da atualidade, eles tornaram-se parte das primeiras escolhas de compra pela maioria dos investidores brasileiros. 

Dessa forma, como a aquisição de imóveis é uma escolha importante, é necessário que você entenda por que essa categoria de apartamentos pode ser vantajosa para o seu perfil. Para ajusar nesse sentido, descubra nos tópicos a seguir as principais características desses imóveis e por que você deveria investir neles. Saiba também para quem esse tipo de espaço é ideal. Acompanhe a leitura! 

Quais são as características dos apartamentos compactos? 

Os apartamentos compactos são aqueles cujas dimensões têm cerca de 60m², 40m² ou até mesmo 20m² — tamanho considerado adequado e satisfatório para muitas pessoas. Populares nos Estados Unidos há cerca de 10 anos, os compactos surgiram da necessidade do mercado por imóveis que atendessem uma rotina mais agitada, sem abrir mão do conforto.  

Seja a trabalho, seja em momentos de lazer, seu público passa a maior parte do tempo fora de casa – o que não justifica ter um espaço grande para morar. Dessa forma, o compacto seria um bom primeiro imóvel para investir. 

Além disso, geralmente são bem localizados – próximos de centros comerciais ou Universidades –, e projetados para maximizar o uso do espaço, contando também com condomínios de qualidade

Outro ponto importante é que eles se tornaram solução para quem precisa morar em metrópoles, onde o metro quadrado é mais caro, como é o caso de Nova York e Rio de Janeiro. Isso porque, tendo um espaço menor, são mais baratos; o que também é ideal para quem vai investir. 

Tais imóveis atendem perfeitamente muito públicos, inclusive no Brasil. Afinal, apesar de os apartamentos compactos não serem ideais para famílias, os brasileiros estão deixando para se casar e construir famílias cada vez mais tarde.  

De acordo com os dados de 2018, da SEADE de São Paulo, os homens se casam, em média, com 34 anos e as mulheres com 32 anos. Ou seja, para quem está nessa faixa de idade e pretende esperar mais tempo para constituir uma família, um apartamento compacto é ideal. Por essa razão, sua tendência vai continuar em alta

Quais são as vantagens desse tipo de apartamento? 

Esse tipo de moradia traz muitas vantagens quando comparado com casas ou apartamentos de grande extensão. Entenda as principais delas nos tópicos abaixo. 

Investimento 

Um dos fatores mais impactantes no preço de um imóvel é a sua dimensão. Como os apartamentos compactos têm menos metros quadrados, consequentemente seus valores também serão reduzidos, consistindo em investimentos mais acessíveis para qualquer tipo de investidor. 

Aliás, esse modelo de imóvel aproveita bastante da valorização imobiliária, já que o seu preço aumenta conforme o local onde está localizado e a busca por apartamentos compactos ter crescido com o transcorrer do tempo. Portanto, se você quer garantir mais segurança para o seu futuro e evitar investimentos mais avançados, essa será a opção ideal. 

Isso é relevante principalmente em momentos de instabilidade econômica e incertezas, como a que o Brasil está enfrentando em razão da crise financeira criada pelo coronavírus. Ou seja, mesmo que o país sofra economicamente, você ainda poderá preservar ou até mesmo conseguir expandir seu patrimônio com esse tipo de investimento. 

Praticidade 

Limpar e organizar um imóvel compacto exige menos custos e tempo do morador, já que o seu tamanho e a quantidade de móveis são menores. Por isso, ele atende tão bem pessoas com rotina agitada ou que priorizam o lazer depois de um dia de trabalho. 

Se o morador terceirizar essa atividade – contratando uma faxineira ou diarista –, o processo será mais simples e rápido. Além disso, essa praticidade também se aplica em mudanças, pois será mais fácil retirar ou trazer os móveis. 

Custos mais baixos 

Além do preço de aquisição ser baixo, outros custos envolvidos também serão reduzidos. Por exemplo, em uma residência muito grande, sempre é necessário adquirir mais bens para evitar que o espaço deixe uma sensação de vazio. 

Mas no caso do compacto, você pode ter uma quantidade menor de itens para deixar o apartamento com a decoração ideal. Aliás, a redução de gastos com móveis permite que você invista em bens feitos sob medida e de maior qualidade. 

Outras formas de economia envolvem os gastos com a conta de água e luz, já que uma ou duas luzes acesas, podem ser suficientes para iluminar o ambiente em que você está. Também há uma diminuição de custos com reformas e consertos. Caso seja necessário trocar o piso, por exemplo, economiza-se com materiais e mão de obra. Por fim, o tamanho enxuto reduz o valor venal, o que minimiza a tributação do IPTU. 

Localização 

A maioria dos apartamentos compactos estão em localizações privilegiadas. Ou seja, trata-se de um bairro com boa infraestrutura, perto de linhas de ônibus ou metros, além de diferentes tipos de estabelecimentos comerciais: hospitais, supermercados, drogarias etc. Quanto mais alto for o padrão do bairro, mais valioso será o apartamento compacto. 

Versatilidade 

Com o apartamento compacto, o proprietário tem diferentes opções para se beneficiar do imóvel, caso decida não morar nele. Por exemplo, é possível alugá-lo mais facilmente para estudantes ou profissionais que trabalham perto do apartamento, já que o valor do aluguel também será mais acessível. 

Além disso, também será viável torná-lo um imóvel de temporada, ou seja, alugar para pessoas que viajam para sua região. Inclusive, isso se tornou excepcionalmente fácil, graças a plataformas como o AirBnB. 

Modernidade 

Outra grande vantagem dos apartamentos compactos é o fato de ser um investimento moderno. Ou seja, dependendo do projeto, pode ser criado para atender uma sociedade digital. Isso inclui processos de automação residencial para deixar o ambiente mais confortável, prático e seguro. 

Desde uma fechadura automática a sensores de iluminação, existem diversas tecnologias que podem ser usadas para tornar a vida do morador melhor. Isso sem contar que, com elas, também ocorre uma valorização ainda maior do imóvel. 

Socialização 

Apesar de ser um ambiente pequeno, ideal para uma ou duas pessoas viverem, os apartamentos compactos não excluem a possibilidade de um maior convívio entre as pessoas. 

Isso se dá devido a suas áreas públicas, pensadas exatamente para atender necessidades e incentivar a socialização entre os moradores. Afinal, além de promover um melhor convívio entre vizinhos, os moradores não precisam sair de casa para conhecer pessoas. 

Lazer 

Apesar de estarem localizados em bairros com excelente infraestrutura, os apartamentos compactos não são feitos para que o morador tenha a necessidade de buscar tudo o que precisa fora de casa. Ou seja, são pensados para também oferecer opções de lazer e serviços valorizados pelos residentes. 

Nesse sentido, os espaços costumam contar com diferentes estruturas, dependendo do tipo de público que atendem, como: 

  • piscina; 
  • sauna; 
  • academia; 
  • lounge bar; 
  • lavanderia; 
  • espaço pet. 

Outra vantagem é que, além de ter tudo à mão, os moradores também podem economizar, já que muitos serviços já estão inclusos no valor do condomínio. 

Para quem o apartamento compacto é ideal? 

Os apartamentos compactos são ideais para diferentes nichos. Veja a seguir alguns deles e saiba o que considerar para escolher o seu. 

Jovens adultos 

Um dos principais perfis que tem interesse nesse tipo de apartamento são os jovens estudantes, pois procuram lugares mais próximos de onde estudam, fazem estágio ou treinamento. Além deles, os jovens profissionais bem-sucedidos e consolidados no mercado, que ainda não constituíram uma família, também se interessarão por apartamentos compactos. 

Investidores 

Outro perfil que se beneficia dos compactos é o investidor. Isso porque esses imóveis têm um preço reduzido – especialmente se for comprado na planta. Sendo assim, serão quitados em um tempo menor, quando comparado aos imóveis maiores. 

Como estão se tornando cada vez mais valorizados, isso dá uma segurança maior para quem quer investir, no caso de conseguir mantê-los alugados – principalmente em grandes capitais. 

Profissionais que moram fora 

Alguns profissionais moram com a família fora das grandes metrópoles por uma questão de custo e qualidade de vida. Porém, continuam trabalhando nos grandes centros e não encontram vantagem em ir e voltar todo dia. 

Os apartamentos compactos também atendem esse público que, geralmente, volta para sua casa em outra cidade apenas no final de semana ou de quinze em quinze dias. Dessa forma, essas pessoas podem morar com qualidade num espaço suficiente para elas e aproveitar dos serviços básicos. Isso tudo sem ter a despesa que teriam se ficassem, por exemplo, em um hotel. 

Como escolher o apartamento compacto ideal?

Independentemente do seu perfil de morador, é importante considerar alguns pontos antes de escolher o apartamento compacto para morar. Alguns deles são: 

  • pense no que atende sua necessidade mínima de espaço; 
  • considere os serviços de condomínio que você valoriza; 
  • procure um que fique perto do trabalho para economizar com transporte; 
  • opte pelo bairro que você gosta. 

Os apartamentos compactos têm sido uma tendência imobiliária e vão continuar em alta nos próximos anos. Por isso, essa é uma grande oportunidade para que você adquira um imóvel desse tipo na planta e expanda seu patrimônio

Gostou do post? Deixe nos comentários como seria o seu apartamento compacto ideal! 

Compartilhar.

Confira agora
os nossos imóveis

Apartamentos exclusivos com ótimos preços e condições.

Ver empreendimentos

Comentários estão fechados.