quinta-feira, maio 13

Comprar imóvel à vista ou financiar? Veja qual a melhor opção!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Deixar o dinheiro rendendo em alguma aplicação ou pagar o valor integral de uma vez, com a possibilidade de desconto? Se você está planejamento a compra de uma casa ou apartamento, certamente já se questionou se vale mais a pena comprar imóvel à vista ou financiar, não é?

A resposta a essa dúvida é muito relativa, pois depende de vários fatores. Primeiro, quem quer pagar a vista, precisa ter a disponibilidade de um valor (normalmente elevado) para quitar o imóvel. E juntar todo o dinheiro pode levar um tempo considerável, fazendo com que você tenha que adiar o seu sonho. 

Além disso, a forma como o imóvel será usado, as taxas de juros cobradas e o rendimento de aplicações financeiras também devem ser pesados antes da decisão. Continue a leitura para entender melhor!

Quando é melhor comprar à vista ou financiar?

Como explicamos, vários pontos devem ser analisados com cautela para que a decisão seja o mais vantajosa possível. Quer um exemplo? Suponha que você precise juntar dinheiro por algum tempo para garantir um bom desconto na compra à vista, mas enquanto isso esteja pagando aluguel. Será que vale a pena? Para resolver, alguns detalhes precisam ser analisados. 

Juros do financiamento

No Brasil, os juros ainda são bastante elevados e pesam no bolso de quem opta pelo financiamento. Assim, ao optar pelo parcelamento da dívida, é necessário fazer as contas com muita cautela.

Normalmente, ao financiar um imóvel, o comprador precisa dar uma entrada, que pode superar 15% do valor. O restante da dívida será pago para a incorporadora até a entrega das chaves e depois para a instituição financeira contratada, de acordo com o prazo escolhido para o parcelamento. 

Sobre essas parcelas, incidem os juros contratados, além do reajuste, que é calculado de acordo com o Índice Nacional da Construção Civil (INCC). Assim, é importante fazer os cálculos com cuidado, pois, dependendo do financiamento contratado, o imóvel sairá muito mais caro e as prestações podem comprometer sua renda no futuro. 

Além disso, é importante lembrar que o comprador precisará ter crédito aprovado na instituição financeira, que leva em consideração a renda mensal do interessado antes de aprovar o financiamento. Porém, uma das vantagens é a possibilidade de uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para amortizar a dívida (desde que o imóvel se enquadre nas regras).

Desconto à vista

Muitos compradores optam pela compra à vista não apenas para se livrar dos juros, mas, também, com a intenção de barganhar um bom desconto. No entanto, alguns pontos merecem cautela antes dessa decisão:

  • você já tem o valor disponível ou pretende juntá-lo ao longo de algum tempo? Vale lembrar que o preço dos imóveis oscila muito, conforme as condições do mercado, e o que hoje seria uma oportunidade (e seu objetivo) pode ser totalmente diferente no futuro, o que dificulta seu planejamento;
  • é preciso ter disciplina para juntar o montante necessário;
  • caso tenha o valor integral em mãos, qual o desconto oferecido? Dependendo do percentual, talvez seja mais interessante aplicar o dinheiro em um fundo com maior rentabilidade e optar pelo parcelamento;
  • ainda supondo que você disponha do valor do imóvel, observe se sobrará dinheiro, pois será preciso arcar com os custos de documentação, reforma e decoração

Primeiro imóvel

Se você já tiver uma casa ou apartamento, que possam ser utilizados como entrada, o pagamento à vista é mais simples. Mas, se estiver comprando seu primeiro imóvel, é preciso considerar alguns fatores, como:

  • se você paga aluguel, comprar um imóvel pronto para morar será uma forma de se livrar dele, mesmo que seja preciso recorrer ao financiamento; 
  • porém, se for comprar um imóvel na planta e pagar tanto o aluguel quanto as prestações, é preciso considerar que isso pode pesar no orçamento. Assim, nessa situação, talvez seja interessante poupar para pagar à vista ou, ao menos, conseguir dar uma entrada maior, reduzindo a quantidade de prestações.

Imóvel para investimento

Comprar um imóvel com a intenção de transformá-lo em um investimento, alugando a terceiros, só vale a pena se realmente o preço representar uma boa oportunidade

Apesar da valorização imobiliária, os aluguéis residenciais não apresentam bom rendimento. Além disso, há o risco de ficar desocupado e trazer novos custos para o proprietário, como taxas de condomínio e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). De qualquer forma, é uminvestimento seguro, pois sempre haverá demanda.

Quais os prós e contras de comprar imóvel à vista ou financiar?

Ainda está em dúvida? Então, veja de forma resumida as vantagens e desvantagens de cada modalidade de pagamento. 

À vista

Vantagens

  • não precisar lidar com imprevistos que possam colocar em risco a quitação do saldo devedor;
  • obter um desconto maior na compra;
  • pagar o valor real do imóvel, sem correções e juros que podem comprometer sua renda enquanto durar o financiamento.

Desvantagens

  • precisar de disciplina para poupar por um longo período;
  • deixar de investir seus recursos em outros fundos ou aplicações que possam trazer maior rentabilidade;
  • apostar todo seu capital em um único investimento;
  • impossibilidade de uso do FGTS como parte do pagamento.

Financiamento

Vantagens

  • é possível negociar uma parcela que caiba no bolso;
  • quem tem capital guardado pode diversificar investimentos e aplicar em fundos com maior rentabilidade;
  • o FGTS pode ser utilizado para pagar parte da dívida;
  • o Programa Casa Verde e Amarela oferece financiamentos com uma taxa de juros menor;
  • você pode usar o rendimento de suas aplicações para antecipar parcelas e, com isso, reduzir juros e prazos do financiamento.

Desvantagens

  • juros e correções farão o seu imóvel custar mais caro;
  • incerteza diante do cenário econômico, que pode trazer dificuldades para a quitação de parcelas no futuro. 

Como fazer a melhor escolha?

Como é possível perceber, ambas opções apresentam prós e contras que devem ser pesados com cuidado, considerando o perfil individual de cada comprador. Além da análise de todos os detalhes, é fundamental colocar tudo na ponta do lápis e fazer os cálculos. 

Em muitos casos, o ideal é optar pelo meio-termo, ou seja, dar uma entrada maior e ter um valor residual menor para financiar. Um consultor especializado pode ajudar a identificar quais as melhores opções para que o investimento seja feito com segurança. 

Na Trisul, uma construtora que atua há mais de 30 anos no setor, com empreendimentos de alto padrão em São Paulo, você poderá contar com toda a orientação e avaliar as oportunidades para aplicar seu capital, o que permitirá escolher com sabedoria a melhor alternativa entre comprar imóvel à vista ou financiar. 

Quer saber mais? Visite a nossa página e conheça nossas oportunidades e diferenciais de atendimento!

Compartilhar.

Confira agora
os nossos imóveis

Apartamentos exclusivos com ótimos preços e condições.

Ver empreendimentos

Comentários estão fechados.