quarta-feira, outubro 21

Consumidor millennial: descubra o que eles buscam no mercado!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Quem trabalha no mercado imobiliário ou está ponderando fazer investimentos na área precisa sempre estar bem informado sobre o comportamento do cliente. Afinal, é pensando em possíveis compradores e locatários que se analisam tendências, tipos de imóvel, bairro em ascensão ou outras características a se considerar. Com isso em mente, um grupo muito expressivo que precisa ser observado de perto é o do consumidor millennial.

Essa jovem geração representa agora uma parcela significativa da sociedade e da força de trabalho, e estão se consolidando na fase adulta, na qual muitos estão em busca do seu próprio lugar para morar. Contudo, seu comportamento de compra está longe de ser igual ao de seus pais. Isso significa que, para conquistar esse público e ter sucesso nas vendas, é preciso estudar suas preferências, prioridades e demandas.

Pensando nisso, desenvolvemos este conteúdo para que você entenda melhor o perfil do consumidor millennial e saiba como reavaliar suas estratégias e oportunidades de negócio para atraí-los. Interessado em entender melhor o assunto? Acompanhe a leitura!

Afinal, qual é o perfil do consumidor millennial?

A geração millennial compreende uma faixa de pessoas que nasceram entre 1980 e mais ou menos 1995. Existe inclusive uma divisão entre Old millenials — que viveu a infância nos anos 90, num tempo pré-internet — e os Young millennials — que foram crianças na década de 2000 e não chegaram a conhecer um mundo sem conexão à internet.

Isso significa que indivíduos que fazem parte dessa geração já estão chegando aos 40, sendo que muitos estão vivendo a faixa dos 30. Um aspecto que marca definitivamente essa geração é a internet e os avanços tecnológicos que transformaram sua infância, adolescência e, consequentemente, sua visão de vida e relacionamento com as pessoas, com o trabalho e o consumo.

Por conta disso, são pessoas que, graças à disponibilidade de materiais que o mundo online trouxe, priorizam conteúdo de qualidade e autêntico e são bem informadas sobre suas escolhas. É uma geração que passou a valorizar também informação vinda de fontes não tradicionais, por isso buscam validação sobre produtos e serviços em blogs, resenhas, vídeos de YouTube, entre outros.

Usam as redes sociais em peso como canal para se comunicar e se engajar com marcas. Além disso, são dinâmicas, gostam de tecnologia e estão constantemente conectadas, podendo ser até mesmo impacientes e imediatistas.

O que considerar para atrair esse público?

Agora que você conhece algumas características do consumidor millennial como um todo, vale entender quais são suas demandas quando o assunto é o mercado imobiliário. De fato, essa geração se difere das outras em uma série de prioridades. Confira, a seguir, os pontos mais importantes que merecem a atenção para fazer sucesso com esse público.

Preferência pelos centros urbanos

Conforme comentamos, o consumidor millennial é dinâmico e está muito acostumado com a facilidade e a rapidez da tecnologia. Logo, costumam resolver coisas com mais praticidade e não gostam de perder tempo. Isso se reflete na tendência de que preferem morar em locais com maior mobilidade e perto de pontos-chave da cidade.

Ao contrário de outras gerações, estão menos propensos a morar a quilômetros de distância do trabalho, por exemplo. Na hora de escolher um imóvel, priorizam a acessibilidade dos centros urbanos e procuram bairros bem localizados e com boa infraestrutura de transporte, comércio, escolas, atividades culturais etc.

Espaços compactos e funcionais

Praticidade é uma palavra-chave importante quando o assunto é o consumidor millennial. Grande parte deles vai preferir morar em apartamentos funcionais e menores em condomínios que ofereçam diferenciais como área fitness, coworking e lavanderia coletiva do que em unidades grandes que exigem mais manutenção.

Isso acontece porque essa geração tem um senso de coletividade maior e, ao contrário de seus pais que desejavam conquistar um grande bem, tem o foco na simplicidade e usabilidade.

Desejo por locações

Em gancho com o tópico anterior, o sonho da casa própria cultivado por gerações anteriores não é exatamente o mesmo para o consumidor millennial. Menos apegado a bens materiais, essas pessoas prezam o bem-estar e priorizam os aspectos mais intangíveis da vida, como saúde mental e felicidade.

Sendo assim, no mercado imobiliário, isso se reflete no fato de que muitos preferem alugar a estabelecer um compromisso maior com a compra de um imóvel. Pesquisas mostram que 80% desses consumidores de entre 25 e 39 anos não se importa de viver no aluguel e ter um estilo de vida mais desapegado, o que é uma ótima oportunidade de negócio para quem deseja gerar renda por meio da locação.

Interesse por tecnologias

O consumidor millennial cresceu com a tecnologia, ela fez parte de cada fase do seu desenvolvimento como pessoa. Na hora de escolher seu lar, certamente ele usará de meios digitais para pesquisar apartamentos, entrar em contato com a imobiliária ou locador e, até mesmo, fechar um negócio.

Além disso, é bem possível que se interesse por empreendimentos modernos que tenham funcionalidades otimizadas e que incorporem a tecnologia à rotina do condomínio.

Comportamento saudável, sustentabilidade e contato com a natureza

O consumidor millennial, como vimos, procura agregar à sua vida coisas que façam sentido com seus ideais. Bem-estar e qualidade de vida estão no topo de suas prioridades, por isso que comentamos que muitos preferem, por exemplo, morar em um local menor e que permita ir a pé para o trabalho.

Nessa linha de pensamento, atrair esse comprador será mais fácil quando se pensa em integrar esses elementos imateriais a oferta de imóveis. Muitos já têm o hábito de se exercitar, então, condomínios com uma academia bem estruturada, sauna, spa, bicicletário, entre outros, chamarão sua atenção pela praticidade e conforto.

No mais, empreendimentos perto de parques ou com áreas comuns verdes que proporcionem maior contato com a natureza são uma boa aposta. A sustentabilidade também é um diferencial para esse público: eficiência na iluminação, placas solares para gerar energia, sistema de reuso de água, entre outros, vão cativá-los.

Como você pode perceber, o consumidor millennial representa a faixa etária de grande parte dos compradores da sociedade de hoje, e seu impulso para consumir é relevante. Logo, mapear seu comportamento e entender suas necessidades é crucial para ter sucesso nos negócios com esse público. Se seu desejo é investir no mercado imobiliário, não deixe de ficar de olho nesse grupo, pois o potencial é grande e, muito provavelmente, uma dessas pessoas pode ser seu próximo cliente!

Gostou do conteúdo? Se sim, não deixe de seguir nossas páginas nas redes sociais — Instagram, YouTube, Facebook e LinkedIn — para acompanhar de perto nossas postagens e atualizações!

Compartilhar.

Comentários estão fechados.